Avatar do usuário
Por Drpdc
Quantidade de postagens
#123726
Em sua obra "Ensaio sobre a cegueira", o escritor português José Saramago descreve uma cidade fictícia, Na qual paulatinamente, as pessoas vão ficando cegas. Na trama o autor usa dessa alegoria para criticar a falta de altruísmo e cooperação no mundo contemporâneo, em que os indivíduos se preocupam cada vez menos com o bem-estar coletivo. Ao transpor a ficção e analisar a atual conjuntura brasileira, percebe-se que a obra exemplifica a realidade vivenciada no país, uma vez que que a insegurança alimentar representa uma enigmática que não recebe a devida atenção no território nacional. Nesse contexto, deve-se analisar com a negligência estatal é a desigualdade social impulsionam tal problemática com o intuito de solucioná-la.
Diante desse cenário, nota-se a inoperância governamental como fator agravante da do problema no Brasil. Segundo o geógrafo Milton Santos, em seu texto "As cidadanias Mutiladas", a cidadania atinge a plenitude de sua eficácia quando os direitos do corpo, em sua totalidade. São homogeneamente desfrutando. Todavia, no contexto hodierno, a passividade do Estado distancia a população negligenciada dos direitos constitucionais garantidos como o direito ao alimento. À medida que a insegurança alimentar no Brasil assola a vida de milhões de pessoas diariamente, Dessa forma, enquanto a máquina pública negligênciar suas responsabilidade o problema perdurá os direitos dos cidadãos que continuaram a ser mutilados de forma sistemática.
Ressalta-se, ademais, que a desigualdade social potencializa esse cenário. Nesse viés, segundo o filme da Netflix "fome de sucesso", que conta a história de uma família que luta para sair da margem da pobreza, a protagonista começa a trabalhar em um renomado restaurante e vê sua vida mudar completamente quando começa a desenvolver pratos especiais para o cardápio, sendo assim a protagonista que sonhava em ser chefe de cozinha vê seu sonho se tornar realidade, quando consegue sustentar sua família com o seu novo emprego dos sonhos . Assim como na ficção a realidade não é muito diferente, muitas famílias lutam para conseguirem ter melhores condições de vida. Em decorrência disso, mantém-se o quadro de ausência de ações sociais efetivas que tange à reversão desse contexto, fragilizando com isso a cidadania plena do país.
Diante do exposto, denota-se a urgência de propostas governamentais que alterem esse quadro. Portando cabe ao Estado em função de promotor do bem-estar social, a ação de auxílio vale alimentação para as famílias em vulnerabilidade social, tal ação terá como finalidade abaixar os altos índices de insegurança alimentar no país, Assim, à luz da perspectiva de Saramago , podemos mitigar a cegueira moral que permeia essa questão. :roll: :twisted: :twisted: :cry: :oops: :lol: :o :geek: :geek:
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por Sherlane
Quantidade de postagens
#125108
"Olhos que olham são comuns. Olhos que vem são raros", a máxima do autor Oswaldo Sanders revela a cegueira contemporânea a frente dos males que assolam. Nesse sentido, é essencial relacionar essa cegueira ao cenário desolador da insegurança alimentar, potencializado tanto pela má distribuição de renda tanto pela desmobilização de políticas voltadas a cooperativas populares. Dessa maneira, faz-se imprescindível uma democrática discussão acerca desses impasses, a fim de mitigar essa cegueira hipócrita, que está consolidada na coletividade brasileira. Sob esta lógica, a má distribuição de recursos financeiros acentua a problemática. Para solidificar tal ideia, é possível retomar o raciocínio da escritoria, Clarice Linspector, "não basta existir, é preciso também pertencer", em outras palavras, pessoas com vulnerabilidade econômica podem ter maior dificuldade em acessos a alimentos de qualidade. Tornando notório que, a ausência de dinheiro diminui a quantidade de mantimentos, outra vez que o preço de alguns aumentam. Presumindo assim, que a problemática é causada pela desigualdade social.
Outrossim, a falta de mobilização de acesso a políticas de alimentação também contribui para o óbice. Na constituição federal, artigo 6, se contextualiza "São direitos sociais, a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a providência social, a proteção a maternidade e a infância, a assistência a desamparados". Nesse viés, a situação se encontra oposta, com uma comunidade tão grande necessitando de ajuda, pouco se há investimentos para o combate a pobreza e escassez de alimentos. Logo, é urgente a ânsia de corrigir esses desafios.
Infere-se, portanto, que o imbróglio precisa ter suas fundações desfeitas. Cabendo assim, ao poder executivo, órgão que governa o povo e administra os interesses públicos, incentivar em programas de alimentação, por meio de investimentos em ONGS, restaurantes públicos, com a finalidade de reduzir a fome no Brasil. Além disso, a mídia social, realizando a transmissão de informações para a população referente ao assunto, para incentivar nesse processo. Quiçá, nessa via não teremos mais uma "pedra no caminho", como ressaltou Carlos Drummond de Andrade
0

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.