Avatar do usuário
Por Jonathan2104
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#124191
"Ninguém respeita a Constituição, mas todos acreditam no futuro da nação". De forma paralela ao retratado na música "Que País É Esse?", da banda Legião Urbana, tem-se a persistência da violência urbana no Brasil, o que fere o direito à vida e a dignidade do cidadão e, assim, evidencia o desrespeito à Carta Magna. Nesse sentido, é notório que a continuidade do problema é causada não só pela insuficiência de políticas públicas,mas também pela desigualdade social presente na sociedade.

Em primeiro lugar é imperioso verificar que a ausência de políticas públicas figura como a primeira causa do entrave. Sobre isso, o filósofo Thomas Hobbes afirma em “O Leviatã” que é dever do Estado a garantia de preceitos civis para os cidadãos, como o direito à dignidade da vida. No entanto, isso não acontece na prática, tendo em vista que o estado não investe na promoção de políticas públicas eficazes para combater os conflitos sociais, a exemplo de haver policiamentos constantes em locais públicos levar mais segurança para as cidades. Isso pode ser comprovado com praças, shoppings e escolas nos quais faltam a presença de policiais, o que apenas contribui com a insegurança local. Portanto, é notório que a falta de apoio governamental é um empecilho que apenas evidencia o desrespeito à Constituição.

Ademais, cabe analisar o preconceito e a sensação de superioridade de classes como a segunda causa do imbróglio. Diante disso, o artigo 5º da constituição federal vigente afirma: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”. No entanto, isso não acontece na prática, tendo em vista que um dos principais motivos para a constância da criminalidade é o preconceito existente na mente dos indivíduos, podendo ser racial, religioso, de gênero, socioeconômico e diversas outras formas. Assim, conclui- se que o pré- julgamento contribui significamente para o aumento dos índices de homicídios.

Portanto, cabe ao governo federal por meio do poder legislativo criar leis que sejam mais eficientes no que diz respeito à segurança pública, a fim de amenizar a violência urbana presente na sociedade brasileira. Por meio de medidas protetivas e preventivas que transmitem garantia para as pessoas, e promovendo campanhas publicitárias através dos meios de comunicação como:Tv, redes sociais,rádio e entre outros para deixar as pessoas cientes da medida que será tomada. Desse modo, tanto o Estado quanto a mídia respeitarão o direito a vida pertencente a todo ser.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por Jonathan2104
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#124414
Muito obrigado pela sua correção!!🙃
0

A ciência e a tecnologia têm desempenhado um papel[…]

Legalização da Maconha

Legalização da maconha, Ordem ou Aceitação ? O […]

A série de televisão, da emissora Netflix, “Ginny […]

Desde a invenção, em 1862, o plástico se tornou mu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.