Avatar do usuário
Por isas522
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#124208
Promulgada pela ONU, a Declaração dos direitos humanos, lei universal, assegura os direitos à cidadania, bem estar e à liberdade. No entanto, tais premissas não são evidenciadas na prática, uma vez que a questão do tráfico exploratório de pessoas representa o rompimento desses direitos, acarretando traumas psicológicos e maculando a dignidade dos indivíduos ao abusarem o corpo e a vontade destes. Nesse sentido, emerge um grave problema em virtude da passividade estatal e da maldade atrelada na sociedade.
Ademais, a prática do tráfico humano delinea a negligência do Estado para com os emblemas sociais. Isso é justificado pela Constituição Federal de 1988, que garante,entre vários, o direito à humanidade. Contudo, é notável a ineficácia dessa norma de forma concreta, devido à ocorrência de falsas promessas de emprego por agentes mal-intencionados às pessoas, no intuito de chama-las ao oculto cativeiro em que ocorre o inimaginável abuso contra as vítimas,violando as leis e provocando graves consequências, como o cárcere privado e desumanização da pessoa humana. Logo, urge remediação por parte do Poder Público na mudança desse cenário.
Outrossim, a malevolencia incorporada nos apoiadores dos movimentos de tráfico humano, agrava a problemática. Já que a ausência de investigações do fluxo de pessoas prolonga a resolução desse empecilho. Segundo Thomas More, em sua obra Utopia, é retratado um mundo distopico, no qual transparece harmonia e paz, livre de conflitos e agressões. Sob esse viés, a conjuntura atual se distancia do ideal de More a medida que contínuos golpes e maus tratos desmascaram a triste realidade em que se submetem as vítimas traficadas. Por conseguinte, estas sofrem insegurança por estarem em um lugar desconhecido próximo de predadores humanos. Dessa maneira, é indiscutível a urgência de providências para mitigar essa calamidade.
Portanto, ao entender o sofrimento alheio e a necessidade de mudança desse panorama vulgar, cabe ao Governo, órgão responsável pela igualdade e justiça social, a fim de extinguir ações ilegais e de transfigurar a decadente realidade, promover não só averiguações policiais no fluxo de pessoas, como também leis protetivas efetivas que promovam segurança social e cidadania. Tais ações serão feitas por meio de um projeto nacional de libertação aos indivíduos traficados, o qual buscara em residencias suspeitas alegar as práticas criminosas. Assim, a sociedade terá proteção e a Constituição será, de fato, estabelecida no Brasil.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por isas522
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#124343
@Wesley529 poderia corrigir meus erros pra eu saber como melhorar? pfv
obrigada!
0
Avatar do usuário
Por isas522
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#124360
@Mad @Drpdc podem corrigir minha redação pfv mostrando o que eu poderia aprimorar ?
obrigada!
0
Avatar do usuário
Por Wesley529
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#124572
@isas522, Enable editing
Promulgada pela ONU, a Declaração dos direitos humanos, lei universal, assegura os direitos à cidadania, bem-estar✅ e à liberdade. No entanto, tais premissas não são evidenciadas na prática, dado que✅a questão do tráfico exploratório de pessoas representa o rompimento desses direitos, acarretando traumas psicológicos e maculando a dignidade dos indivíduos ao abusarem o corpo e a vontade destes. Nesse sentido, emerge um grave problema em virtude da passividade estatal e da maldade atrelada na sociedade.

Ademais, a prática do tráfico humano delinear✅a negligência do Estado para com os emblemas sociais. Isso é justificado pela Constituição Federal de 1988, que garante, entre vários, o direito à humanidade. Contudo, é notável a ineficácia dessa norma de forma concreta, devido à ocorrência de falsas promessas de emprego por agentes mal-intencionados às pessoas, no intuito de chama-las ao oculto cativeiro em que ocorre o inimaginável abuso contra as vítimas, violando as leis e provocando graves consequências, como o cárcere privado e desumanização da pessoa humana. Logo, urge remediação por parte do Poder Público na mudança desse cenário.

Outrossim, a malevolência✅ incorporada nos apoiadores dos movimentos de tráfico humano, agrava a problemática. Já que a ausência de investigações do fluxo de pessoas prolonga a resolução desse empecilho. Segundo Thomas More, em sua obra Utopia, é retratado um mundo distópico, em que transparece harmonia e paz, livre de conflitos e agressões. Sob esse viés, a conjuntura atual se distancia do ideal de More a medida que contínuos golpes e maus tratos desmascaram a triste realidade em que se submetem as vítimas traficadas. Por conseguinte, estas sofrem insegurança por estarem em um lugar desconhecido próximo de predadores humanos. Dessa maneira, é indiscutível a urgência de providências para mitigar essa calamidade.

Portanto, ao intender o sofrimento alheio e a necessidade de mudança desse panorama vulgar, cabe ao Governo, órgão responsável pela igualdade e justiça social, a fim de extinguir ações ilegais e de transfigurar a decadente realidade, promover não só averiguações policiais no fluxo de pessoas, como também leis protetivas efetivas que promovam segurança social e cidadania. Tais ações serão feitas por meio de um projeto nacional de libertação aos indivíduos traficados, o qual buscara em residências suspeitas alegar as práticas criminosas. Assim, a sociedade terá proteção e a Constituição será, de fato, estabelecida no Brasil.

REPERTÓRIO✔️🙂/ contextualização com o tema✔️😉+ teses✔️+ conectivos .✔️

TÓPICO FRASAL(causa do problema)✔️😏/ REPERTÓRIO✔️🤔 / contextualização com o tópico FRASAL 1✔️🧐 / consequências.✔️😯 Conclusão.✔️🤫

Apresentação TÓPICO frasal 2✔️😌+ apresentação do repertórios✔️😉 / aprofundamento do repertório contextualização com TÓPICO frasal 2✔️🙂/ consequência✔️😎/ observação✔️🙂/ conclusão.✔️😌

FRASE✔️/🙂 agente✔️😎+ação✔️😉+meio✔️😏+finalidade✔️🙂+Detalhamento✔️🤔+ detalhamento😁✔️+ fechamento✔️🙂+ retomada de um dos repertórios supracitados .✔️🙂

Nota: 960
0

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.