Avatar do usuário
Por An4sxsoares
Quantidade de postagens
#121189
O quadra expressionista “O grito”, do pintor norueguês Edvard Munch, retrata a inquietude, o medo e a desesperança refletidos no semblante de um personagem envolto por uma atmosfera de profunda deslocação. Para além da obra, observa-se que, na conjuntura brasileira contemporânea, o sentimento de milhares de indivíduos assolados pela intolerância religiosa é, amiudadamente, semelhante ao ilustrado pelo artista. Nesse viés, torna-se crucial analisar as causas desse revés, dentre as quais se destacam as falhas na educação e a falta de atuação da mídia.
Em uma primeira análise, constata-se que a escola como instituto social, possui entre muito o dever de formar cidadãos civilizados, com questionamentos objetivos e ações legítimas. Entretanto, pouco se discute sobre maneiras para extinguir o preconceito religioso e pouco se faz pelas vítimas deste prejulgamento. Isso mostra que, na educação hodierna necessita de uma amplitude dos conhecimentos gerais ao que diz respeito às diversidades ideológicas, além de novas proposta para o fim do desprezo de crenças.
Ademais, a isenção midiática consiste em mais um motivo desse impasse. Consoante a Pierre Bordieu, "aquilo que foi criado para se tornar instrumento de democracia não deve ser convertido em mecanismo de opressão". Todavia, ao analisar o silenciamento midiático frente as formas de opor-se a intolerância religiosa, é possível perceber que a mídia não cumpre com seu papel de divulgar informações sobre as multiplicidades etnicas, o que perpetua a desinformação dos cidadãos, de forma a causar o preconceito e a violência contra aqueles que cultuam um ser diferente do padronizado. Dessa maneira, é inaceitável que esse assunto não seja abordado em propagandas nos canais de comunicação, de maneira a elucidar a sociedade para que resolução comece a ser pensada.
Portanto, são necessárias medidas para combater esse obstáculo social, que é motivado pelas falhas na educação e pela abstenção dos meios de comunicação em relação a intolerância religiosa. Para isso, é necessário que o Executivo - órgão responsável pela manutenção da sociedade - invista mais na educação básica, por meio de mais verba direcionada a esse setor, com o objetivo de melhorar tal cenário. Além disso, a mídia deve circular mais informações sobre este tema nos canais de comunicação, por intermédio de propagandas e impanhas, de modo que as pessoas tenham conhecimento de tal tópico. Somente assim, poderá ser visto um Brasil que segue para o cumprimento da premissa de More, em sua utopia.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.