Avatar do usuário
Por Ju1i4
Quantidade de postagens
#120638
A Constituição Federal do Brasil, ao garantir os direitos básicos do ser humano, reforça a essencialidade do acesso à água potável como um desses direitos fundamentais. Contudo, é evidente que a privação do recurso hídricos impossibilita o desenvolvimento do país. Assim, alguns dos fatores que catalisam a adversidade supracitada são: a falta de infraestrutura e o consumo exacerbado. Nesse sentido, cabe aos órgãos maiores sanar as causas dessa problemática.
Destarte, é notório destacar a escassez de infraestrutura como uma das causas centrais desse desafio. Nesse sentido, a citação de Baumann sobre a "modernidade líquida", que destaca o individualismo como característica marcante da sociedade contemporânea, encontra eco nesse contexto. Logo, a falta de investimento em infraestrutura hídrica reflete não apenas a negligência das autoridades, mas também uma mentalidade que prioriza interesses individuais em detrimento do bem coletivo. Dessa forma, é necessário que isso seja revisto.
Outrossim, um fator crucial a ser abordado é o consumo acentuado e desperdício de água. Nesse contexto, a sabedoria presente na citação de Confúcio, "Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros", ressoa de maneira pertinente, ou seja, a sociedade brasileira muitas vezes negligencia a necessidade de ajustar seus hábitos de consumo frente à disponibilidade limitada desse recurso vital. Consequentemente, o aumento da demanda exacerbada, aliado à ineficácia na adoção de práticas sustentáveis, resulta na crise. Dessa forma é necessário que haja uma solução.
Portanto, torna-se claro que a privação desse recurso natural, essencial para o consumo humano, é um problema na sociedade brasileira. Em suma, cabe ao Ministério do Meio Ambiente em parceria com a Mídia, promova reestruturação da distribuição de água, aliada à imposição de multas pelo desperdício desse recurso vital, além de campanhas, por meio de um grande aparato publicitário, afim de viabilizar uma cultura de uso responsável da água. Somente assim, poder-se-á construir o progresso sem desconsiderar a ordem.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.