Avatar do usuário
Por kassioeduh
Quantidade de postagens
#122298
Segundo Mark Zuckerberg, o criador do Facebook, disse a alguns anos que buscava manter os usuários conectados à plataforma por todo o período em que estivessem plugados à internet, idealmente o dia todo. Isso se deu, porém não de uma boa forma, onde muitas pessoas, especialmente jovens se tornaram dependentes a tecnologia, gerando então um problema de saúde pública.
A princípio pode-se observar que muitas vezes os jovens buscam a tecnologia e as mídias digitais como forma de fugir dos problemas que ocorrem em suas vidas, ainda mais aqueles que sofrem com alguns transtornos como ansiedade e depressão, vários motivos encadeiam esses fatos como o bullying, dependência emocional, falta de confiança, amor e atenção pelos pais, instabilidade de relacionamentos, dentre vários outros motivos.
Com isso, vários problemas podem ser desencadeados com o uso constante da tecnologia entre os jovens, o mal uso de alguns que se resulta assim no cyber bullying, ameaças, mensagens de ódio, entre outros. O padrão de beleza imposto pelas redes sociais trazendo consigo a comparação e a obsessão pelo corpo, aparência, vida ideal e perfeita. Com isso também aumentando a depressão e ansiedade, onde os jovens são os principais afetados, e também o vício, onde apontado pela reportagem da BBC Brasil, informou que nos Estados Unidos alguns casos equivalem a 20 horas de uso diárias.
Por fim, é de necessária importância os pais observarem o comportamento dos filhos, especialmente os viciados em tecnologia, estarem mais presentes na vida deles e ajudar sempre que necessário. Cabe também ao Estado oferecer programas para ajudar os adolescentes cujos pais queiram afastar os filhos do “vício”, necessitando principalmente também de ajuda emocional, onde se vem há um pensamento “de que forma as pessoas estão conectadas?”.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.