Avatar do usuário
Por MrMago
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#117664
A Constituição Federal, promulgada em 1988, foi esboçada visando delinear direitos a todos os cidadãos. Entretanto, tal teoria não tem sido praticada, já que ainda se encontram desafios em combater a desvalorização de comunidades e povos tradicionais, o qual muitos desses brasileiros não são inclusos na legislação. Diante disso, percebe-se que as principais causas são: a negligência governamental e a falta de conscientização por parte da população.

Diante desse cenário, é preciso retomar para a negligência estatal presente em relação à desvalorização desses povos. Sob esse viés, pode-se citar o filósofo,Thomas Hobbes, o qual diz que a função do Estado é garantir a paz entre os habitantes, no entanto, não se vê tal garantia sendo exercida, quando somente 26 desses povos tradicionais e comunidades são reconhecidos e muitos outros nem são inclusos na legislação. Nesse sentido, é notória a urgência em acabar com essa negligência e tornar claro o reconhecimento de todos eles.

Ademais, deve-se ressaltar a ausência de conscientização por parte da população sobre esses povos. Nesse contexto, é possível relacionar tal tese com o acontecido com a química e física, Marie Curie, por ela ser mulher, teve que lutar pelo seu reconhecimento no primeiro prêmio nobel. Segundo o educador Paulo Freire, - "A inclusão acontece quando se aprende com as diferenças e não com as igualdades"-, ou seja, se a população não for ensinada e informada sobre essas comunidades e povos, além dos indígenas, haverá a exclusão deles, fazendo com que aumente tal desvalorização. Dessa forma, é perceptível a necessidade em conscientizar a população sobre a importância dessas comunidades, principalmente para a preservação do meio ambiente e trazer seu devido reconhecimento para que o ocorrido com Marie não se torne algo comum.

Portanto, medidas são necessárias para solucionar o impasse. Para tal, cabe ao Ministério da Educação adicione profissionais especializados sobre esses povos, para informar os alunos sobre a importância deles para o meio ambiente e que o Ministério das Comunicações desenvolva campanhas, por meio das redes sociais, com o objetivo de conscientizar a população, oferecendo a elas descontos para passeios, assim elas poderão ter um contato direito com essas culturas, com intuito de acabar com os desafios para a valorização dos povos tradicionais e comunidades no Brasil.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por MrMago
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#117918
@OlrenBeat , poderia corrigir para mim, por favor e muito obrigada.
0
Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#117929
Olá, boa noite! Segue aqui algumas observações com base em meu ponto de vista e conhecimento:
- Acho interessante desenvolver mais essa INTRODUÇÃO. Ela não está errada, mas conseguimos aprimorá-la. (mesma coisa da outra redação)
- Nesse parágrafo, essa retomada a partir de "o qual" se torna inadequada com o outro sujeito que é "muitos desses brasileiros". Escolha um dos dois e reestruture a oração.
- No DESENVOLVIMENTO 1 essa frase de citação ficaria sem a vírgula separando o nome do filósofo, pois esse nome é essencial para a identificação do repertório, logo não recebe vírgula.
- No DESENVOLVIMENTO 1 tenta desenvolver mais seu argumento. Você cita a negligência estatal, mas eu não descobri, através da sua escrita, onde exatamente elas impactam. O que isso faz com os povos tradicionais? Por que isso acontece? O que isso causa? São perguntas que te ajudariam a decorrer mais acerca do argumento.
- No DESENVOLVIMENTO 2 há, de novo, a separação da pessoa que você cita e de suas características por uma vírgula, isso pode acontecer, mas nesse caso se torna inviável, já que o fato de você estar falando dessa pessoa pela primeira vez no texto, e de que o nome desse ser é preciso pra que eu identifique seu repertório, torna esse nome ESSENCIAL para o sentido da oração, logo não pode ser separado por vírgulas, pois seria transformado em um termo adicional.

C1: Desvios comuns da língua formal, como erros de concordância, retomadas com termos não aplicáveis, e vírgulas. (120)
C2: Boa compreensão da estrutura dissertativa argumentativa. Sua redação tem um repertório pertinente, produtivo e legitimado, a Constituição, o que lhe deu 200 pontos. Porém os outros 2 ficaram bem desnexos com o texto, comprometendo sua competência 3, que é a coesão e coerência dos argumentos. (200)
C3: Você, semelhantemente à outra redação, selecionou bons argumentos, mas, de novo, seria interessante aprofundar claramente cada um deles, aplicando BEEM ao problema. Invista mais um pouco em conectar estrategicamente seu texto, retomando parágrafos, teses e termos. Além disso, você ainda apresenta algumas ideias que não são desenvolvidas no texto, como por exemplo quando cita que a valorização desses povos promove a preservação do meio ambiente e o repertório que falei agora. (120)
C4: Boa colocação de operadores argumentativos. Dessa vez, diferentemente da outra redação, houve um repertório mais variado de conectivos. (200)
C5: Proposta pertinente, com presença de AGENTE, AÇÃO, MEIO, FINALIDADE e com DETALHAMENTO. (200)

Siga treinando e você alcançará a nota desejada! Sua redação tem erros que não são muito difíceis de se resolver, treine bastante, leia redações nota 1000, estude e siga firme! Deus abençoe e parabéns!
0
Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador
#117933
Boa, @Caiunao! Mandou muito bem na análise! Está detalhada e contém ótimas dicas.
@MrMago, sua redação está muito boa. Parabéns!
Seguindo as sugestões do Caiu, em breve você chegará a 900+.
Atribuí 160 à C4 por causa do uso inadequado do pronome relativo "o qual" na introdução, como bem observou o Caiu. Infelizmente, o ENEM não tolera nenhuma inadequação na C4.
Na C1, optei por 160 por considerar que, de acordo com os critérios do ENEM, há "poucos" desvios. No entanto, também seria plausível considerar que há "alguns", o que reduziria a nota aos 120 pontos (justamente) atribuídos pelo Caiu.
0
Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#117934
Felipe082 escreveu:Boa, @Caiunao! Mandou muito bem na análise! Está detalhada e contém ótimas dicas.
@MrMago, sua redação está muito boa. Parabéns!
Seguindo as sugestões do Caiu, em breve você chegará a 900+.
Atribuí 160 à C4 por causa do uso inadequado do pronome relativo "o qual" na introdução, como bem observou o Caiu. Infelizmente, o ENEM não tolera nenhuma inadequação na C4.
Na C1, optei por 160 por considerar que, de acordo com os critérios do ENEM, há "poucos" desvios. No entanto, também seria plausível considerar que há "alguns", o que reduziria a nota aos 120 pontos (justamente) atribuídos pelo Caiu.
Perfeito!!
0
Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#117938
MrMago escreveu:@Felipe082, @Caiunao, muito obrigada!!! <3
De nadaa, foi um prazer! Parabéns pra vc
0

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.