Avatar do usuário
Por heleandro
Quantidade de postagens
#122581
Hoje, no Brasil, vive-se um cenário em que os desafios para combater e evitar a insegurança alimentar é uma das principais questões mais discutidas por especialistas. Tendo em vista a relevância deste assunto, convém aprofundar o debate, observando os seguintes pontos: o combate a fome que é o estagio mais grave da insegurança alimentar , e o alto índice desemprego ,uma vez que ambos estão interligados, já que aumentando o desemprego consequentemente aumenta a insegurança alimentar.
Inicialmente é válido discutir sobre a fome, o mais auto grau da insegurança alimentar. Segundo a filosofa Simone bauvoir “o mais escandaloso dos escândalos é que nos habituamos a ele”esta afirmação pode facilmente ser aplicada à fome, já que mais escandalosa do que essa problemática é o fato da população se habituar a essa realidade, e a naturalidade como essa situação é tratada no país. São os poucos esforços destinados a resolver esse problema.
Ainda sobre o assunto, convém atentar para o auto índice de desemprego no país. “A atitude blasé” – tema proposto pelo sociólogo alemão Geog Simmel no livro “ the metropolis end mental life’’—tla problema ocorre quando um indivíduo age com indiferença em situações que deveria dar atenção. Dessa forma tal problema vem cada vez mais sendo banalizado, uma vez que é notório, nas cidades de todo o Brasil, o aumento do numero de pessoas que não tem o que comer, pessoas moradoras de rua,aumento do numero de desempregados, destarte medidas precisam ser tomadas afim de combater esse problema.
Coforme foi discutido, nota-se que o problema da insegurança alimentar no Brasil, esta ligado ao aumento do numero de desemprego no país. Afim de conte-los deve-se criar junto ao poder público, programas sociais destinados a ajudar essas pessoas , tais programas devem oferecer um certo valor para a subsistência delas . Paralelo a isso , o poder público deve investir em infraestrutura, fechar parcerias com a iniciativa privada para aumentar o numero de emprego no país, dessarte, combatendo assim a insegurança alimentar, uma vez que o auto índice de emprego é inversamente proporcional a fome (forma mais grave da insegurança alimentar) no Brasil
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.