Avatar do usuário
Por LuizGustavo7
Quantidade de postagens Amigos
#125589
No Brasil, a Constituição de 1988 assegura Trabalho e Justiça como pilares do Estado Democrático de Direito, buscando o bem-estar social. No entanto, essa premissa não é efetivada para quem trabalha com cuidado, contribuindo assim, para a invisibilidade e evidenciando um descaso. Logo, é crucial analisar dois aspectos dessa problemática: a não remuneração trabalhista e a sua desproporcionalidade perante a desigualdade.

Primeiramente, ressalta-se que a não remuneração trabalhista é um dos motivos pelo qual o problema se perpetua. Nesse sentido, conforme o ativista político Marthin Luther King, em sua frase: "A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar", compreende-se a importância da igualdade social estar presente, entretanto, há trabalhadores sofrendo correlação ao seu pagamento no Brasil. Nesse contexto, isso ocorre por conta de o responsável pelo dinheiro adiar constantemente ou até mesmo se recusar a pagar o salário, desse modo, inibindo esse direito básico ocasionando a injustiça e contrapondo as ideias de Marthin Luther King.

Em segundo lugar, ao analisar a desproporcionalidade social e os dados apresentados pela IBGE em 2019, afirma-se que as mulheres prestam quase o dobro de horas a mais que os homens em seus serviços, além de enfrentarem discriminações ao decorrer dela agravando a situação, todavia, podendo ocorrer desde o preconceito de gênero até por sua nacionalidade. Dessa forma, é imprescindível que este cenário continue, visto que, sua invisibilidade não irá se resolver sozinha enquanto não houver ações governamentais.

Certamente, para alinhar a remuneração trabalhista e combater essa desproporcionalidade social, uma abordagem abrangente é fundamental. Portanto, cabe ao Estado, por intermédio do Ministério do Trabalho e o Ministério da Justiça, conscientizar sobre a importância do depoimento de queixas por quem sofre no local de trabalho e, dos mesmos que não recebem o seu pagamento, mediante fiscalizações nesses locais e prestando atendimento, outrossim, identificando possíveis erros salariais e dando ouvido a estes trabalhadores. Com efeito, reajustando a remuneração e contribuindo para a igualdade social, espera-se que essa situação seja mitigada. Destarte, não apenas em consonância com os princípios da Carta Magna, mas também refletindo o imperativo de agir frente a esse descaso.

@Katsmoking Poderia corrigir, por favor? Eu mantive a mesma que passei para a folha de redação apesar de ter notado alguns erros kkkk.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por LuizGustavo7
Quantidade de postagens Amigos
#125651
@Luscano Fui bem abaixo do que eu esperava e principalmente no quesito da argumentação, mas no geral em si deu alguma coisa. Na escola que me encaixaram p fazer a prova o apagador que utilizaram só estava esclarecendo e não apagando completamente o horário de 30 em 30m. Mas ainda bem que só foi com os primeiros 30 minutos que eu não tinha notado isso, apesar de 30 desorganizados ser muita coisa para uma prova como essa que foi. Estava resolvendo as questões de linguagens achando que era 14h quando na verdade já era 14h30 kkkk, pensando que consegui terminar a redação e algumas questões de linguagens muito rápido.

Mesmo fazendo simulado ao longo do ano, essa pressão após saber que perdi esses minutos chegou ao ponto de me fazer esquecer o argumento que ponho em toda redação que eu faço por não dar tempo de pensar se iria tangenciar o tema msm, que é ausência estatal. Acabou que vou perder bastante ponto por ter abordado um problema que o texto motivador explicou provavelmente, além de eu ter trocado a palavra "inadmissível" por "imprescindível" mudando o sentido na D2 ao passar p folha. @Drpdc

Tem alguns erros como o nome do Martin com h, mas eu resolvi manter do mesmo jeito que passei para a folha de redação e erros básicos assim se vocês quiserem não precisam me dizer, só queria ter uma visão de como essa redação está mesmo, se poderem corrigir, por favor :mrgreen:. @Sabrina00
0
Avatar do usuário
Por Katsmoking
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#125776
Boa tarde! Aqui vai a minha análise completa:
ERRO
OBSERVAÇÃO
COMENTÁRIO

TEMA: ENEM 2023: DESAFIOS PARA O ENFRENTAMENTO DA INVISIBILIDADE DO TRABALHO DE CUIDADO REALIZADO PELA MULHER NO BRASIL

Introdução: No Brasil, a Constituição de 1988 assegura Trabalho e Justiça como pilares do Estado Democrático de Direito, buscando o bem-estar social. No entanto, essa premissa não é efetivada para quem trabalha com cuidado(afirmação sem fundamento), contribuindo assim, para a invisibilidade e evidenciando um descaso(dê exemplos, seja mais específica). Logo, é crucial analisar dois aspectos dessa problemática: a não remuneração trabalhista e a sua desproporcionalidade perante a desigualdade.(TESES)
- Constituição é um repertório fraco para esse tema.
- Muitas afirmações sem base.
- A desproporcionalidade perante a desigualdade não pode ser utilizado como tese, já que representa, em si, o tema!


Desenvolvimento 1: Primeiramente, ressalta-se que a não remuneração(não-remuneração) trabalhista é um dos motivos pelo qual o problema se perpetua. Nesse sentido, conforme o ativista político Marthin Luther King, em sua frase: "A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar", compreende-se a importância da igualdade social estar presente, entretanto, há trabalhadores sofrendo correlação ao seu pagamento no Brasil(afirmação sem base). Nesse contexto, isso ocorre por conta de o responsável pelo dinheiro adiar constantemente ou até mesmo se recusar a pagar o salário(isso é crime, explique melhor), desse modo, inibindo esse direito básico(,) ocasionando a injustiça e contrapondo as ideias de Marthin Luther King.
- Novamente, um repertório mediano, focou pouco no papel da mulher!

Desenvolvimento 2: Em segundo lugar, ao analisar a desproporcionalidade social e os dados apresentados pela IBGE em 2019(mostre esses dados!), afirma-se que as mulheres prestam quase o dobro de horas a mais que os homens em seus serviços, além de enfrentarem discriminações ao decorrer dela agravando a situação, todavia, podendo ocorrer desde o preconceito de gênero até por sua nacionalidade(cuidado com a fuga do tema!). Dessa forma, é imprescindível(não é imprescindível!! Vendo que tem que ser mudado!!) que este cenário continue, visto que, sua invisibilidade não irá se resolver sozinha enquanto não houver ações governamentais.(mais específico)

Conclusão: Certamente, para alinhar a remuneração trabalhista e combater essa desproporcionalidade social, uma abordagem abrangente(modificar) é fundamental. Portanto, cabe ao Estado, por intermédio do Ministério do Trabalho e o Ministério da Justiça(AGENTES), conscientizar(AÇÃO) sobre a importância do depoimento de queixas por quem sofre no local de trabalho e, dos mesmos que não recebem o seu pagamento, mediante fiscalizações(MODO) nesses locais e prestando atendimento, outrossim, identificando possíveis erros salariais e dando ouvido a estes trabalhadores. Com efeito, reajustando a remuneração e contribuindo para a igualdade social(EFEITO), espera-se que essa situação seja mitigada. Destarte, não apenas em consonância com os princípios da Carta Magna(DETALHAMENTO), mas também refletindo o imperativo de agir frente a esse descaso.
- Não falou sobre a mulher!
- Proposta de intervenção pouco relevante! Não inovadora


REVISÃO GERAL: Sua redação faltou com afirmações embasadas, pouco foi falado diretamente sobre as mulheres que trabalham com o cuidado e os repertórios não são únicos e pensados para o tema!

Espero que tenha gostado da correção, lembrando que, essa é uma análise crítica sem a intenção de ofender ou discriminar ninguém! Estou aberto para qualquer tipo de dúvidas! 😊BONS ESTUDOS!!
0
Avatar do usuário
Por LuizGustavo7
Quantidade de postagens Amigos
#125778
Quando eu estava estimando possíveis notas, a mais baixa foi 720 e a penúltima 760 com exatamente as mesmas notas nas competência que você deu kkkk, sinal que por essa visão estimei certo. Obrigado pela correção @Katsmoking, realmente essa redação ficou longe do que eu conseguiria fazer, mas pelo menos com esse primeiro ENEM agora aprendi a não depender do quadro com o horário de 30 em 30 minutos estar certo, não dando tempo de pensar se iria tangenciar aprofundando o errado.

Eu percebi que troquei inadmissível por imprescindível na folha logo quando fui reler a redação em casa, se não fosse a frase depois dela eu ia ficar maluco kkkk.
0
Avatar do usuário
Por LuizGustavo7
Quantidade de postagens Amigos
#126175
@Caiunao Vi que você voltou a corrigir :mrgreen:, poderia corrigir essa, por favor?
0
Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#126193
LuizGustavo7 escreveu:@Caiunao Vi que você voltou a corrigir :mrgreen:, poderia corrigir essa, por favor?
opa, corrigi bem rapidinho aqui pra só tentar te ajudar. Vamos lá:

COMPETÊNCIA 1: Você não apresenta muitos desvios. Entretanto, ainda que poucos, eles são pontuáveis e suficientes pra descontar 40 pontos na competência, além de que são aliados à não apresentação de uma complexidade sintática (que é como se fosse demonstrar que sabe dinamizar a forma de escrita, recomendo ver o assunto detalhadamente depois)

COMPETÊNCIA 2: Concordo com o Katsmoking que a Constituição é um repertório bem generalizado, sendo muito difícil torná-lo produtivo em alguns temas (lembre-se de que ser difícil não é ser impossível. Na falta de outros, use-o sem medo). O segundo repertório não é tão generalizado quanto o anterior, mas também não senti uma produtividade muito firme. No geral, recomendo que descreva melhor a relação entre os repertórios inseridos e a sua tese. Além disso, o tema foi se perdendo no decorrer do texto, uma dica é sempre ir retomando os pontos temáticos pra garantir a si mesmo que não está se distanciando demais dele.

COMPETÊNCIA 3: Argumentos válidos, mas argumentação pouco articulada e fluída. Projeto de texto "ok".

COMPETÊNCIA 4: Para tirar 200 na competência 4, o corretor exige, NO MÍNIMO, 2 operadores argumentativos INTERparagrafais (aqueles que normalmente iniciam os DESENVOLVIMENTOS e CONCLUSÃO de redações nota 900+, como "DIANTE DESSE CENÁRIO", "ADEMAIS" e "PORTANTO") e 1 INTERparagrafal em cada segmento do texto (os que ligam as ideias dentro dos próprios parágrafos). Você apresenta os, pelo menos, 4 dentro dos parágrafos (sendo requirido um em cada), mas não é visto nenhum interparagrafal.
Obs: pela maioria dos corretores, o "primeiramente" não conta como um operador conectivo, então recomendo usar outro, por exemplo, "diante disso".

COMPETÊNCIA 5: Ainda que não seja uma proposta muito inovadora e não tanto conectada com seu texto, ela possui os 5 elementos que a grade do ENEM cobra. Isso é suficiente para te dar os 200 pontos na competência. O fato de ela ser um pouco desviada das suas teses te custa pontos na C3, e não na C5.

No mais, sua redação está no rumo certo. De verdade, sendo 100% sincero, parabéns por ela. Grande parte das penalizações aplicadas às competências tenho certeza que você resolverá facinho. Você demonstra um ótimo domínio do tipo textual do ENEM e com certeza se seguir treinando vai longe! Deus abençoe você! Espero ter ajudado.

"O homem que consagra suas horas com infatigável empenho a honrosos objetivos, traça luminosamente o seu destino."
– Edward Kong

Novamente, parabéns de verdade, guerreiro!
0
Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#126194
Caiunao escreveu:
LuizGustavo7 escreveu:@Caiunao Vi que você voltou a corrigir :mrgreen:, poderia corrigir essa, por favor?
opa, corrigi bem rapidinho aqui pra só tentar te ajudar. Vamos lá:

COMPETÊNCIA 1: Você não apresenta muitos desvios. Entretanto, ainda que poucos, eles são pontuáveis e suficientes pra descontar 40 pontos na competência, além de que são aliados à não apresentação de uma complexidade sintática (que é como se fosse demonstrar que sabe dinamizar a forma de escrita, recomendo ver o assunto detalhadamente depois)

COMPETÊNCIA 2: Concordo com o Katsmoking que a Constituição é um repertório bem generalizado, sendo muito difícil torná-lo produtivo em alguns temas (lembre-se de que ser difícil não é ser impossível. Na falta de outros, use-o sem medo). O segundo repertório não é tão generalizado quanto o anterior, mas também não senti uma produtividade muito firme. No geral, recomendo que descreva melhor a relação entre os repertórios inseridos e a sua tese. Além disso, o tema foi se perdendo no decorrer do texto, uma dica é sempre ir retomando os pontos temáticos pra garantir a si mesmo que não está se distanciando demais dele.

COMPETÊNCIA 3: Argumentos válidos, mas argumentação pouco articulada e fluída. Projeto de texto "ok".

COMPETÊNCIA 4: Para tirar 200 na competência 4, o corretor exige, NO MÍNIMO, 2 operadores argumentativos INTERparagrafais (aqueles que normalmente iniciam os DESENVOLVIMENTOS e CONCLUSÃO de redações nota 900+, como "DIANTE DESSE CENÁRIO", "ADEMAIS" e "PORTANTO") e 1 INTERparagrafal em cada segmento do texto (os que ligam as ideias dentro dos próprios parágrafos). Você apresenta os, pelo menos, 4 dentro dos parágrafos (sendo requirido um em cada), mas não é visto nenhum interparagrafal.
Obs: pela maioria dos corretores, o "primeiramente" não conta como um operador conectivo, então recomendo usar outro, por exemplo, "diante disso".

COMPETÊNCIA 5: Ainda que não seja uma proposta muito inovadora e não tanto conectada com seu texto, ela possui os 5 elementos que a grade do ENEM cobra. Isso é suficiente para te dar os 200 pontos na competência. O fato de ela ser um pouco desviada das suas teses te custa pontos na C3, e não na C5.

No mais, sua redação está no rumo certo. De verdade, sendo 100% sincero, parabéns por ela. Grande parte das penalizações aplicadas às competências tenho certeza que você resolverá facinho. Você demonstra um ótimo domínio do tipo textual do ENEM e com certeza se seguir treinando vai longe! Deus abençoe você! Espero ter ajudado.

"O homem que consagra suas horas com infatigável empenho a honrosos objetivos, traça luminosamente o seu destino."
– Edward Kong

Novamente, parabéns de verdade, guerreiro!
Só pra salientar, acabei errando ali na justificativa da competência 4. Era pra estar escrito "[...] e 1 INTRAparagrafal em cada segmento do texto [...]"
0

Fala, galera! Encontrei o https://www.brazino-777.[…]

A ciência e a tecnologia têm desempenhado um papel[…]

Legalização da Maconha

Legalização da maconha, Ordem ou Aceitação ? O […]

A série de televisão, da emissora Netflix, “Ginny […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.