Avatar do usuário
Por Alexslira
Quantidade de postagens
#121381
As palafitas - Casas em situações precárias construídas em regiões alagadiças - demonstra a dificuldade e instabilidade ao qual os moradores inseridos neste cenário são atingidos pela impotência socioeconômica em que se encontram, sendo este, um entre tantos outros exemplos ao qual existe em adorno das consequências que os impactos de um saneamento básico pode infringir na população vulnerável brasileira e em sua saúde, no qual esse grupo social em específico sofre com a disparidade política e a exclusão social em ilegitimidade de seus direitos básicos enquanto cidadãos.
Sob esse viés, pode-se analisar a grande falha política em cumprir seus deveres e obrigações, mesmo já vigorada e em existência a lei do saneamento básico 14.026 sancionada em 2020, que deveria assegurar que situações precárias e insalubres sejam evitadas, tratadas com ações e serviços de saúde, mas não são completamente, ao visto que somente 50% do volume de esgoto do país recebe tratamento, realçando a disparidade política que beneficia mais alguns grupos socais financeiramente elevados e negligência os carentes, resultando a exclusão social.
Outrossim, em resposta à esta inobservância, esse corpo social não somente é um alvo da má-administração política mas também bastante prejudicado á medida que na falta de ações de melhoria, em consequência, são alvejados pela contaminação de doenças em decorrência ao ambiente ao qual são obrigados a sobreviver. De acordo com o art.196° da Constituição Cidadã a saúde é um direito de todos, sendo claro mais um erro direto referente a esses indivíduos.
Portanto, é dever da ANA (agência de nacional de águas e saneamento básico) em conjunto com ministério do planejamento (responsável por gestão da administração pública federal), por meios de pesquisa, localizando as áreas mais escassas, criarem um projeto nacional, que aumente o trabalho de campo, onde seja possível dar o suporte devido às áreas necessitadas e com a supervisão do governo para que seja cumprido, assim, possibilitando esse direito a todos.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

No contexto atual do Brasil, muito se fala sobre c[…]

Desde a época da colonização e exploração das terr[…]

Intolerância religiosa

O artigo de número 5 da constituição garante a lib[…]

Dengue

A dengue vem aumentando casos gradualmente após ch[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.