Avatar do usuário
Por Clorara
Quantidade de postagens
#120814
Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomás More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social protagoniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o oposto do que o autor prega, uma vez que existe a presença da violência na área educacional apresenta barreiras, as quais dificultam a concordância dos planos de More. Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de mídias governamentais, quanto da falta de abordagem mediática sobre o assunto. Diante disso, torna-se fundamental a discussão desse aspecto, a fim do pleno funcionamento da sociedade.
Precipuamente, é fulcral pontuar que a violência deriva da baixa atuação dos setores estatais, no que concerne à criação de mecanismos que caibam tais recorrências. Segundo o pensador Thomás Hobbes, o estado é responsável por garantir o bem estar da população, entretanto, isso não ocorre no Brasil. Devido à falta de atuação das autoridades, ferindo a segurança dos estudantes. Desse modo, faz-se mister a reformulação dessa postura estatal de forma urgente.
Ademais, é importante ressaltar a carência de abordagem mediática sobre o assunto. Partindo desse pressuposto, a mídia se apresenta de uma forma ausente para tamanha problema. Tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que a falta de informação contribui para a perpetuação desse quadro deletério.
Assim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da problemática na sociedade brasileira. Dessarte, com o intuito de mitigar a agressão nas instituições escolares, necessita-se, urgentemente, que o Tribunal de Cotas da União direcione capital que, por intermédio do Ministério da Educação (MEC), será revertido em segurança, através de palestras e campanhas. Desse modo, atenuar-se coletividade alcançará a Utopia de More.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Seja apoiador!
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

Fala, galera! Encontrei o https://www.brazino-777.[…]

A ciência e a tecnologia têm desempenhado um papel[…]

Legalização da Maconha

Legalização da maconha, Ordem ou Aceitação ? O […]

A série de televisão, da emissora Netflix, “Ginny […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Seu Cookie

O Corrija.com utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.